sábado, 30 de abril de 2011

TETSUHIKO ASAI



O Sensei Tetsuhiko Asai nasceu em 1935 em Ehime, na prefeitura de Shikoku. O ambiente familiar, e o seu permanente contacto com a natureza, determinaram e definiram claramente o seu espírito e caminho filosófico ao longo da vida.
     Desde a juventude o seu pai o incentivou para o estudo do Budo, transmitindo-lhe à boa tradição familiar japonesa, a Arte do Kendo e da lança.  Paralelamente a esta transmissão familiar, o Judo e Sumo, foram as escolas que este futuro Mestre veio a experimentar, salientando-se nesta última.
     Neste período da sua vida, com apenas doze anos de idade, assistiu a um confronto entre um Karateca e um pugilista. A superioridade, a capacidade técnica .e dinâmica dos movimentos do Karateca, surpreenderam profundamente os olhos deste jovem, definindo-lhe claramente a que gostaria de se dedicar, inscrevendo-se de imediato numa escola de Karate.
     No período de pós segunda guerra mundial, onde a ocupação dos aliados apresentava uma nova cultura ao Japão, a sociedade vivia momentos de grande debilidade sócio/cultural; no entanto estas influências ocidentais não demoviam o jovem Asai, das suas convicções nas Artes e tradições filosóficas japonesa – O Budo.
     Assim, com a sua determinação, ingressou na Universidade de maior renome do Japão na Arte do Karate – Takushoku.
     Esta Universidade, marcada pela “produção” de grandes nomes do Karate JKA, salientava-se pela dureza e exigência técnica, filosófica e espiritual dos seus estudantes. Neste período em que o Sensei Asai ingressou no Curso em Takushoku, acompanhavam-no cento e cinquenta Karatecas, os quais ao final de um mês de aulas ficaram reduzidas à presença de muitos poucos Karatecas.
     Para o Sensei Asai, este foi um período de suma importância para o seu espírito, dedicando-se com todo o seu empenho a esta experiência, chegando mesmo a viver dentro da própria Universidade, para assim poder tirar mais proveito das aulas que decorriam em mais do que uma sessão por dia.
     O seu valor espiritual e técnico sobressaiam dos restantes dos estudantes e em 1958 quando terminou o Curso na Universidade de Takushoku, o Instrutor Chefe da JKA, Sensei Masatoshi Nakayama, convidou-o para ingressar na restrita e elitista Classe de Instrutores da JKA, o programa dos Kenshusei.
     Vivia-se a época de ouro da JKA – Japan Karate Association, onde as aulas eram frequentadas por nomes como Kanazawa, Mikami, Mori, Enoeda, Shoji, etc, e os treinos atingiam grandes níveis de exigência e aptidão física, alimentadas sempre pelo poder e capacidade espiritual de cada um.
     No ano de 1961, a JKA organiza um grande campeonato nacional, que teve uma enorme projeção no Japão, o qual contou com a presença do próprio Príncipe Japonês, o Imperador. O Sensei Asai participou e tornou-se o grande campeão JKA de Kata e Kumite, vencendo  favoritos como Sensei Mikami e Shirai Sensei.
     Quando terminou o seu Curso de Kenshusei, o Sensei Nakayama solicitou a sua presença num dos países, onde as Artes Marciais tinham delineado ao longo dos séculos uma forte importância – Taiwan.
     Para o Sensei Asai este período foi um dos mais importantes para o seu estudo na Arte do Karate, permitindo assim ter um contato muito direto com as Artes Marciais chinesas e até mesmo com a própria medicina oriental.
     Depois desta enriquecedora experiência em Taiwan, o Sensei Asai desloca-se para o Hawai, onde criou durante cinco anos uma forte equipe de Karatecas que ainda hoje preservam e seguem os seus ensinamentos.
     De regresso ao Japão, reverte-se num dos Instrutores mais importantes da JKA , tornando-se director técnico da JKA – Japan Karate Association.
     Com a morte do Sensei Nakayama em 1987, e ficando sem sucessor até 1990, a JKA nomeia como Instrutor Chefe o Sensei Tetsuhiko Asai, e o Ministro dos Transportes Raizo Matsuno o seu Presidente, suportado por dezanove diretores como foi divulgado em documento reconhecido pelo Ministério japonês e emitido no mês de Abril pela própria Japan Karate Association.
     Durante a sua vida, o Sensei Asai introduziu além dos seus novos sistemas de treino, novos Katas que foi recuperar na China e Okinawa, tais como: os Junron´s Kata, Hachimon, Meikyo Nidan, Kashu, Suishu, Rantai, etc., permitindo assim completar o puzzle desta Arte.
     Sensei Tetsuhiko Asai, 10º Dan, no ano 2006 passou para o seu lado espiritual que tanto falava e deixou um enorme tesouro técnico, cultural e histórico para todos os amante do Karate Shotokan, como forma de Budo

Nenhum comentário:

SEJAM BEM VINDOS!

"A todos que passarem por essa página, desejo que Deus os abençoem e que traga a todos um raio de esperança e fé.