quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A PARTE FÍSICA DO KARATÊ

Todas as técnicas básicas do Karatê são passadas principalmente através do Kihon, sejam os chutes, golpes e defesas, para você ser um bom karateca, você tem que fazer um Kihon bem feito, pois ele vai dar base para se fazer um Kata bem feito e se sair bem em competições de Kumite. É no Kihon que o karateca vai ganhar uma base forte e firme e também velocidade e força nos seus golpes.
Através do Kihon, o karateca consegue atingir uma potência muito forte, reflexo da velocidade com que executa os golpes, somente a força muscular não permitirá que a pessoa se sobressaia nas artes marciais, o poder do Kime (finalização) resulta da concentração de força máxima de força no momento de impacto, um golpe de um karateca bem treinado pode chegar a ter uma velocidade de 13 m/s e gera uma força equivalente a 700 kg.
No Kihon também é treinada a movimentação em base com o movimento de quadris, essencial para um movimento bem feito. Os quadris estão localizados aproximadamente no centro do corpo humano, e o movimento deles exerce um papel crucial na execução de vários tipos de técnicas do Karatê. Além de uma fonte de potência, os quadris constituem a base de um espírito estável, de uma forma correta e da manutenção de um bom equilíbrio. “No Karatê aconselha-se frequentemente a “golpear com os quadris”, “chutar com os quadris” e a “bloquear com os quadris”“.
Após o treinamento sistemático de KIHON, KATA e KUMITE, entramos numa outra parte que chamamos de impacto direto ou TREINAMENTO DE MAKIWARA. O Makiwara é uma tábua de 1,30 m de altura, por 10 cm de largura e de uns 15 mm de espessura, enrolado com palha. O treinamento das mãos deve ser metódico. Os 4 golpes que mais são treinados são: soco de frente (GYAKU ZUKI), pancada com o lado da mão fechada (TETSUI), pancada com o cutelo da mão aberta (SHUTO UCHI) e a parte posterior do soco (URAKEN).
Após alguns anos de treinamento, exercitando seus golpes no KATA, KIHON e MAKIWARA, os lutadores de Karatê adquirem alta eficiência, não havendo necessidade de atingir pontos vitais, pois em qualquer parte do corpo que acertarem seus golpes, prejudicam causando terríveis lesões ou até mesmo a morte. Este é um fato que deve ser dito, pois a idéia que se tem do Karatê atual esta longe de ser o Karatê que existiu no passado. Qualquer pessoa que treine Karatê pode tornar essa arte uma arte mortal como era antigamente na China e em Okinawa.
Os pés são treinados no SANDOBAKO (em Inglês: Sandbag),
ou simplesmente um saco contendo areia e/ou serragem, além do SUNATAWARA, que consiste em bambus amarrados. Muitas pessoas acham que o treinamento é para se criarem calos nas mãos ou nos pés, mas não é isso. As repetições, com esforço de postura, criam grupos musculares que tornam o praticante forte nas pancadas, juntamente com seu corpo. Outro detalhe que não deve ser esquecido são os saltos que existem no Karatê, cuja finalidade pode ser de ataque ou de esquiva (fuga de algum perigo). Esses saltos são treinados com pesos nas pernas e saltitamentos. Por último existe também o treinamento PRÊNSIL, que torna as mãos fortes como alicate. Em suma, o corpo todo daquele que pratica o Karatê torna-se uma arma. Este é o Karatê na parte física.

Torne seu corpo rijo, mas nunca abandone o verdadeiro caminho da razão. Oss!

Nenhum comentário:

SEJAM BEM VINDOS!

"A todos que passarem por essa página, desejo que Deus os abençoem e que traga a todos um raio de esperança e fé.