sábado, 21 de julho de 2012

O REINO DE DEUS


Hoje quero começar a falar um pouco sobre o Reino de Deus; especificamente “O que Ele é”. Acredito que em qualquer época nunca foi fácil falar do Reino do Senhor, devido às grandes transformações sociais e de comportamento em nosso mundo.

Nos anos 60, por exemplo, havia os “hyppies”, que se vestiam mal, davam trabalho para freqüentar as aulas na escola, não se preocupavam com a aparência, com a prosperidade e o sucesso. Eles não faziam muitas perguntas sobre o sistema, mas se opunham às guerras, aos conflitos étnicos, enfim, a coisa era baseada num princípio de “paz e amor”.

Nos dias de hoje as coisas mudaram muito em relação àquela época. Hoje há questionamentos importantes como: “O que há em tudo isso que me interessa? Quanto vou ganhar? Que benefícios você me promete? Serei promovido com rapidez? O que há de errado com a cobiça? Como posso ser o número um?”. Que mudança!

COMO O JOVEM ATUAL VÊ A VIDA?
(Uma reportagem da revista Fortune)

  1. Que a vida bem sucedida significa independência financeira, e que o melhor meio para se obter isso é chegando ao topo da empresa.
  2. Acreditam que possuem a capacidade de serem os melhores.
  3. Estão voltados mais para a área empresarial. Acreditam que a empresa que mais produz resultados são as mais dignas do mundo.
  4. Vêem qualquer coisa que retarde sua ascensão ao podium do sucesso um grande prejuízo.
  5. Lealdade não significa muito, pois andam sempre com seu “curriculum vitae” na mão. Se numa determinada companhia não chegarem ao topo, não há nada de errado passar para outra.
  6. Que eles são mais criativos e imaginativos dos que ocupam posições chaves nas empresas, e que não têm muito que aprender com os atuais líderes. Isso tudo nos leva a uma grande pergunta:

HÁ EXCELÊNCIA NESSE TIPO DE VIDA?

  1. Falando francamente não! Por que? Como já vimos é mais um sintoma de um outro momento (moda), na vida do ser humano. Depois, para se viver em um nível superior é necessário ter um pensamento claro, e um consciência de nós mesmos que vá além dos dias atuais. Em termos mais simples: O que eu represento ou significo para mim mesmo, para os outros e para este mundo. O que estamos deixando como base sólida para a geração vindoura?
    1. Para ser mais franco, é necessário saber lidar com o egoísmo e a cobiça.
    2. Para nós cristãos cabe uma pergunta: “Qual dos dois reinos vamos servir?”. O Reino eterno que Jesus nos apresentou, ou o reino “temporal de hoje”?
    3. Jesus disse: Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6:33)

2.       Mas na verdade temos um grande dilema. Muitos grupos religiosos aderiram à idéia desse reino temporal.
  1.  
    1. É pregado: “Se você deseja alguma coisa (sem de fato a pessoa ter a consciência de que o que está pedindo é mal), basta pedir e Deus lhe dará! Deus é bondoso! Ele é prosperidade!”.
    2. Com toda a certeza Deus dá, Ele é bom, Ele é próspero, mas tudo isso acontece dentro dos valores do Seu Reino Eterno. Tudo o que Deus faz por nós visa valores eternos em nossa vida temporal. Alguém diz: ”Senhor, eu quero ser o líder desta empresa porque eu tenho mais competência, do que aquele que está no cargo. Dá-me aquele lugar, em nome de Jesus!”. Essa pessoa está pensando que o outro indivíduo tem uma família para sustentar? Que ele lutou muito para chegar onde está? Por que Deus aproximou os dois, só para encher o coração de Seu filho de cobiça, ou para dizer-lhe: “Olha a posição que Eu te colocarei?”. Será que não foi para que compartilhasse a excelência d vida de Deus em primeiro lugar? Essas idéias são tão tentadoras, mas estão muito longe do que Jesus ensinou e exemplificou.
    3. Jesus ensinou algo aos Seus filhos, que decidiram pelo Seu Reino: 43 Mas entre vós não é assim; pelo contrário, quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; 44 quem quiser ser o primeiro entre vós será servo de todos. (Marcos 10:43-44) Examine o contexto e você entenderá o que Jesus está dizendo – havia uma disputa pela primeira posição. A questão é: “Cremos que se agirmos pelos princípios do Reino do Senhor podemos ser abençoados neste mundo?”. Eu não tenho dúvidas disto. Quer um exemplo maior do que a história de Abraão e Ló, quando tiveram que se separar? Ló escolheu as regiões de Sodoma e Gomorra (região rica e próspera), enquanto Abraão permaneceu no deserto. O resultado, todos nós conhecemos. (Gn. 13:5-18) Repare na promessa que Deus fez a Abraão, porque ele vivia nos princípios do Reino Eterno.

O QUE É O REINO DE DEUS?

  1. Não é algo físico. Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.(Romanos 14:17)

  1. Não consiste em palavras. Porque o reino de Deus consiste não em palavramas em poder. (1 Coríntios 4:20)

  1. É o governo do Senhor. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; (Isaías 9:6)

  1. O Reino de Deus é inabalável. Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor; (Hebreus 12:28)

UM CONSELHO E UMA PROMESSA


  1. O conselho de Deus: Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. (Mateus 6:24) O que Deus está dizendo? Por acaso está dizendo que para servi-lo alguém deve ser pobre e miserável? De jeito nenhum! Jesus estava falando sobre o princípio de viver “SERVINDO AO MATERIALISMO”.
    1. Dê uma olhada ao redor, e diga quem está comandando este mundo? Deus ou o dinheiro?
    2. O que está acontecendo? As maiorias das pessoas tornaram-se servas do “outro reino”.  O resultado é a desgraça que presenciamos a cada dia, pelas notícias do rádio, televisão e jornais.
    3. A verdade é que temos medo que Deus não irá suprir nossas necessidades se aceitarmos o Seu governo em nossas vidas; então, não queremos que Deus nos governe. Veja o que Jesus disse:Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; (Mateus 6:32)

  1. A promessa: Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas(Mateus 6:33) Jesus está falando que Deus tem o poder para “anexar” na vida de Seus filhos, tudo o que a humanidade busca por outro modo. Ele está falando de um outro caminho para se vencer na vida. O caminho está nos princípios de Seu Reino.
    1. Perceba uma coisa: Deus promete dar ao homem tudo o que eles estão buscando por si mesmos. A diferença é que os valores do Reino de Deus são elevados, bondosos e edificantes. Eles geram harmonia/comunhão, amizade, companheirismo, respeito, etc. Os valores do “reino materialista” geram morte, roubo e destruição. É o que assistimos diariamente.
    2. Você me questiona: “Walter, eu estou convencido de que o Reino de Deus é melhor, mas é impossível viver dessa forma no mundo de hoje, e eu não seria chamado de bobo, tolo, etc?”. Eu responderia que sim, mas você não sofreria dos males que o teu próximo sofre – interiormente e exteriormente. Você saberá que está onde está pela força e poder de Deus, além de estar recebendo ajuda, força, encorajamento, proteção e direção divina. Como alguém pode ser protegido por Deus, se não age de acordo com os Seus princípios? Que sua ajuda? Então: Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. (Salmos 37:5)

Nenhum comentário:

SEJAM BEM VINDOS!

"A todos que passarem por essa página, desejo que Deus os abençoem e que traga a todos um raio de esperança e fé.